Últimas Notícias
03/12/2017 - Aniversário da conquista do municipal 2012
O dia 02/12/2012, ficou marcada para o torcedor do falcão tricolor. Após empatar em Florestal em 0x0 na primeira partida da final, o Falcão Tricolor conseguiu segurar novo empate, desta vez em 3x3 no jogo de volta e se tornou ao lado do Paraminense, a equipe com o maior número de títulos municipais, sendo oito no total. A partida foi muito movimentada , e o que não faltou foi emoção. O São Francisco começou pressionando e criando chances com muito ímpeto. Apesar disso, quem abriu o marcador foi o Fluminense, aos 24 minutos. Após um erro da arbitragem ao assinalar um escanteio, a bola foi alçada na área e Bruno subiu mais que os zagueiros do São Francisco. Depois de chegar com perigo em três oportunidades, o Falcão Tricolor empatou aos 27 minutos com Marcio Heleno, batendo falta com perfeição, no ângulo direito de Dinho. O Fluminense sentiu o golpe , e não conseguiu criar mais nada no primeiro tempo. Foi aí que o São Francisco tirou proveito, e fez dois gols relâmpago. Aos 39 minutos, após boa jogada pelo lado esquerdo entre Marcio Heleno e Guilherme, a bola chegou dentro da área para Deínho, que mandou para o fundo das redes de Dinho. Aos 41 min. saiu o terceiro, novamente com Deínho , tirando proveito de uma boa jogada de Buchecha, que viu um buraco na defesa do Fluminense e lançou, ele saiu na cara do goleiro Dinho e fuzilou sem chance para o arqueiro, terminando assim o primeiro tempo. Com a vantagem no placar , o São Francisco procurou não recuar na segunda etapa, mas aos 21 min. Pituca, chutou de fora da área, a bola bateu no travessão voltou nas costa do goleiro Rafael e foi para o fundo do gol. O fato lamentável da partida, aconteceu aos 27 minutos. O meia Hugo pisou no rosto do volante Negão do São Francisco, aí teve inicío a uma confusão generalizada , após alguns minutos de paralização o árbitro Marcos Vinicíus de Sá, expulsou injustamente o atacante Guilheme, juntamente com Pituca. A partir daí, o Tricolor Franciscano se perdeu e o Fluminense passou a fazer grande pressão, até conseguir o gol de empate aos 35 min. com Rodrigo. Sabendo que o empate ainda lhe garantiria o título , o Falcão Tricolor conseguiu segurar o placar até o final, com muita raça, vontade e determinação. A partida foi conduzida por Marcos Vinícius de Sá dos Santos- cbf , sendo auxiliado por Marcio Eustáquio Santiago- fifa e Pablo Almeida da Costa- cbf. Fica aqui, o agradecimento da diretoria do SÃO FRANCISCO ESPORTE CLUBE, a todos que contribuiram para mais este título, que fez a esta instituição, a se tornar o maior vencedor do futebol amador de Pará de Minas.
Patrocinadores